Americana é um município da Microrregião de Campinas, na Mesorregião de Campinas, no estado de São Paulo, no Brasil. Localiza-se a noroeste da capital do estado, distando desta cerca de 126 quilômetros. Ocupa uma área de 133,630 quilômetros quadrados, sendo que 50,750 quilômetros quadrados estão em perímetro urbano e os 82,88 quilômetros quadrados restantes constituem a zona rural. Em 2011, sua população foi estimada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística em 212 971 habitantes, sendo que, em 2010, era o 34º município mais populoso do estado de São Paulo e o terceiro mais populoso da Região Metropolitana de Campinas.

A sede tem uma temperatura média anual de 21,8 graus centígrados. Na vegetação original do município, predomina a mata atlântica. Com uma taxa de urbanização da ordem de 98 por cento, o município contava, em 2009, com 80 estabelecimentos de saúde. O seu Índice de Desenvolvimento Humano é de 0,840, considerando-se assim como elevado em relação ao resto do país, sendo o 19° maior índice de desenvolvimento humano do estado. Americana faz parte do chamado “Complexo Metropolitano Expandido”, que ultrapassa os 29 milhões de habitantes e que compõe aproximadamente 75 por cento da população do estado. As regiões metropolitanas de Campinas e de São Paulo já formam a primeira macrometrópole do hemisfério sul.

Teatro Municipal de Americana

No setor cultural, destacam-se espaços culturais como o Teatro de Arena Elis Regina, o Teatro Municipal de Americana e o Museu de Arte Contemporânea de Americana. A Igreja Matriz de Santo Antônio, construída entre 1950 e 1977 em estilo neoclássico, é um dos principais monumentos religiosos tanto de Americana quanto da Região Metropolitana de Campinas.

Geografia

A área do município, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, é de 133,630 km², sendo que 50,750 km² constituem a zona urbana e os 82,88 km² restantes constituem a zona rural. Situa-se a 22º44′20” de latitude sul e 47º19′51” de longitude oeste e está a uma distância de 126 quilômetros a noroeste da capital paulista. Faz divisa com os municípios de Limeira, a norte; Cosmópolis, a nordeste; Santa Bárbara d’Oeste, a oeste; Nova Odessa, a sul; e Paulínia, a leste.

Região Metropolitana

O intenso processo de conurbação atualmente em curso na região vem criando uma metrópole cujo centro está na cidade de Campinas, atingindo vários municípios, como Sumaré, Indaiatuba, Hortolândia, Santa Bárbara d’Oeste, Valinhos, Itatiba e Paulínia, além de Americana. A Região Metropolitana de Campinas (RMC) foi criada pela lei complementar estadual 870, de 19 de junho de 2000, e atualmente é constituída por 19 municípios, sendo a nona maior aglomeração urbana do Brasil, com 2 798 477 habitantes. É uma das mais dinâmicas no cenário econômico brasileiro e representa 2,7% do Produto Interno Bruto nacional e 7,83% do produto interno bruto paulista, ou seja, cerca de 77,7 bilhões de reais por ano.

Igreja Matriz de Santo Antônio

Americana faz parte do chamado “Complexo Metropolitano Expandido”, que ultrapassa os 29 milhões de habitantes, aproximadamente 75 por cento da população do estado paulista inteiro. As regiões metropolitanas de Campinas e de São Paulo já formam a primeira megalópole (ou macrometrópole) do hemisfério sul, unindo 65 municípios que juntos abrigam mais de 12% da população brasileira.

Ecologia e meio ambiente

A maior parte da vegetação original que possuía na cidade, a Mata Atlântica, foi devastada. Assim como outros 13 municípios da Região Metropolitana de Campinas, o município sofre um grave estresse ambiental, sendo que Americana, juntamente com Campinas e Artur Nogueira, é considerada como uma das áreas mais sujeitas a enchentes e assoreamentos e conta com menos de 5% de cobertura vegetal.

Para tentar reverter este quadro, vários projetos foram e estão sendo realizados e planejados, como a construção de corredores ecológicos. Também há vários projetos ambientais para combater a destruição das matas ciliares localizadas às margens dos rios Atibaia e Piracicaba, que contam com um elevado índice de poluição de suas águas. Atualmente são importantes áreas de preservação em Americana são o Parque Ecológico Cid Almeida Franco e o Jardim Botânico. O Parque Ecológico conta com uma área de 120 mil m², sendo um dos principais zoológicos da RMC, onde os animais mantidos em cativeiro são usados na realização de trabalhos de educação ambiental que visam combater a extinção de espécies nativas. Anexo ao zoológico está o Horto Municipal, onde são manejadas e cultivadas as mudas de árvores e arbustos que abastecem as praças e jardins da cidade.

Demografia

Prefeitura de Americana

Em 2010, a população do município foi contada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em 210 701 habitantes, sendo o 34º mais populoso do estado e o terceiro mais populoso da Região Metropolitana de Campinas, apresentando uma densidade populacional de 1 572,75 habitantes por km². Segundo o censo de 2010, 103 200 habitantes eram homens e 107 501 habitantes mulheres. Ainda segundo o mesmo censo, 209 117 habitantes viviam na zona urbana e 984 na zona rural. Já segundo estatísticas divulgadas em 2011, a população municipal era de 212 791 habitantes.

O Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDH-M) de Americana é considerado elevado pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). Seu valor é de 0,840, sendo o 19º maior de todo o estado de São Paulo (em 645 municípios); o 23 de toda Região Sudeste do Brasil (em 1666) e o 69° de todo Brasil (entre 5 507). A cidade possui a maioria dos indicadores elevados e acima com os da média nacional segundo o PNUD.

Economia

O Produto Interno Bruto (PIB) de Americana é o quarto maior da Região Metropolitana de Campinas, o vigésimo maior do estado de São Paulo e o 75 de todo o país. De acordo com dados do IBGE, relativos a 2009, o PIB do município era de R$ 6 126 171 mil. 754 640 mil são de impostos sobre produtos líquidos de subsídios a preços correntes. O PIB per capita é de R$ 29 850,41 e em 2000 o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) de renda era de 0,801, sendo que o do Brasil naquele ano era de 0,723.

Vídeo sobre a cidade de Americana

Mapa da cidade de Americana